Photo by Florian Klauer on Unsplash

A rigor, o meu conselho não se restringe à escrita acadêmica. Vale para qualquer um que escreva textos dissertativos um pouco mais formais do que posts para blogs, visando um público minimamente letrado. Falo de situações em que você quer desenvolver um argumento com alguma seriedade, sem poupar o seu leitor do esforço de se concentrar no que está lendo e acompanhar um raciocínio. Nesses casos, você mesmo — o autor — não pode se furtar ao esforço de construir parágrafos. Sim, é esse meu conselho, que está mais para puxão de orelha mesmo, eu admito. Você precisa construir parágrafos!!!


O que são notas de literatura?

Primeiramente, o que é uma nota de literatura? Seria o popular “fichamento”? Isso depende do que você entende por um fichamento, é claro. O que chamo aqui de notas de literatura são simplesmente as notas que contêm ideias ou informações extraídas de uma fonte, o que significa que o conteúdo dessas notas não é de sua autoria. Em suma, tais notas apenas registram ideias elaboradas ou informações coletadas por outros, sendo que esses “outros” devem receber o devido crédito se você utilizar o material publicamente. Daí que essas notas precisem conter a referência precisa da fonte. É verdade, porém, que…


Photo by Ishan @seefromthesky on Unsplash

Costuma ser notado com frequência por economistas que, desde os anos 80 do século XX, o crescimento da renda da classe média não acompanha mais o crescimento da produtividade nas economias capitalistas, o que, é claro, vem aumentando o fosso entre os mais ricos e os mais pobres. Pensadores de direita tendem a reagir a esse fenômeno desqualificando a igualdade como valor moral e/ou político ou explicando que a economia não é um jogo de soma zero. Mas nada altera o fato do Homer Simpson estar morrendo, o que deveria preocupar a todos nós.

Décadas atrás, o sujeito arrumava um…


Photo by Alexander Shatov on Unsplash

Desde que deletei minhas contas do Facebook e do WhatsApp, há mais de um ano, meu bem-estar sofreu uma melhora muito mais substantiva do que eu esperava. É verdade que mantenho uma conta no Instagram, mas tomo o cuidado de abrir o aplicativo apenas uma vez por mês, ou algo assim, estritamente para avisar quando publico um vídeo novo no YouTube. Fecho o app imediatamente após concluir a tarefa. (A menos que eu tenha que explicar isso para alguém que tenha me mandado mensagem privada por ali.) Já o Twitter, uso diariamente.

A explicação dessa diferença é simples. O Twitter…


Atenção: Contém spoilers!

“For All Mankind” – série da Apple TV+, o serviço com que a gigante da tecnologia concorre com o Netflix – não é uma série para os cínicos entre nós. É para quem acredita em virtude, ainda que não propriamente nos virtuosos.

A série me remete ao pensamento estóico, porque me parece claramente devotada a inspirar por meio de exemplos. Os estóicos, como você deve saber, acreditavam na importância de modelos de virtude pelos quais deveríamos nos guiar, como Sócrates e Cato, por exemplo. …


Quando eu falo sobre notas de literatura, a primeira coisa que ocorre a muitas pessoas é que fazê-las dá muito trabalho, de modo que nem sempre ou raramente valem a pena. O que eu gostaria de perguntar a pessoas que pensam assim é por que elas lêem obras de não-ficção e, em especial, trabalhos acadêmicos, se pensam que não vale a pena tomar notas sobre essas leituras. Afinal, não tomar notas significa reconhecer que não há problema em nos esquecermos de uns 90% do que lemos, que não há problema se não tivermos entendido direito o que o autor está…


Um método ou sistema é tão bom quanto os seus resultados. Nesse sentido, eu gosto do que dizem sobre o Zettelkasten: ele não torna coisa alguma mais fácil, ele torna tudo possível. Bem entendido, eu não acho que eu vá me tornar tão produtiva quanto Niklas Luhmann só por ter adotado um Zettelkasten. Muito longe disso! Há diversos outros fatores determinando a quantidade e a qualidade da produção de alguém. Ainda assim, um bom sistema pode permitir que pessoas ordinárias como eu fiquem um pouco acima da mediocridade a qual elas estariam condenadas de outra forma. Ao menos, é nisso…


A nossa mente é sistematicamente falha. Não se trata de uma mera incapacidade de acessar todos os fatos ou de manter na memória todos os fatos já acessados. Nossas limitações vão muito além disso. Nós distorcemos o passado de que nos lembramos, sofremos de viés de confirmação, saltamos para conclusões sem inferências válidas, etc… E quando eu digo “nós”, eu quero dizer “nós” mesmo, tanto você quanto eu, e não apenas aquele seu inimigo político cujo pensamento você quer desqualificar. Por isso, é importante, de um lado, desenvolvermos uma disciplina de vigilância sobre o nosso sistema de crenças e, de…


Se você não souber o que é Zettelkasten, eu explico isso AQUI e AQUI. Brevemente, um Zettelkasten é um método e um sistema de notas construído sobre três princípios:

  1. Pensar é escrever.
  2. O conjunto dos seus escritos deve ser sistematizado para funcionar como seu segundo cérebro.
  3. A sistematização deve se basear em conexões ontológicas, ou seja, conexões contextuais de nota para nota, como entes individuais, formando sequências, e não em taxonomias, com categorias pré-estabelecidas para a classificação das notas.

Um fato que vinha me intrigando desde que me tornei praticante do Zettelkasten é o quanto tenho encontrado prazer nessa prática…


Eu tenho testado vários métodos, sistemas, técnicas e ferramentas para aprimorar o meu trabalho com o conhecimento. Quem acompanha o conteúdo que eu produzo sobre o assunto, seja aqui ou no Youtube, sabe que, ao longo do tempo, eu já voltei atrás em recomendações que fiz. (Por exemplo, antes de descobrir os backlinks, eu recomendava a organização de notas por meio de tags, que ainda uso, mas, hoje, de forma secundária). Da mesma maneira, conforme a experiência e novos estudos me ensinam, eu vou mudando meu próprio modus operandi. Mas eu percebo que um pilar disso tudo tem estado bem…

Andrea Faggion

Professora de filosofia

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store